O homem que queria eliminar a memória

Ignácio de Loyola Brandão já foi recomendado aqui no blog. Trata-se de um escritor realista muito original, que escreveu contos inteligentes e diferenciados.

Hoje trazemos “O homem que queria eliminar a memória”, conto surpreendente que certamente agradará ao leitor.

O homem que queria eliminar a memória

Entrou no hospital, mandou chamar o melhor neurocirurgião. Disse que era caso de vida e morte. Não se sabe como, o melhor neurocirurgião foi atendê-lo. Médicos são imprevisíveis. Precisa-se muito e eles falham; subitamente, estão ali, salvando nossas vidas, ele pensou, sem se incomodar com o lugar-comum.

Estava na sala diante do doutor. Uma sala branca, anônima. Por que são sempre assim, derrotando a gente logo de entrada?

O médico:

– Sim?

– Quero me operar. Quero que o senhor tire um pedaço do meu cérebro.

– Um pedaço do cérebro? Por que vou tirar um pedaço do seu cérebro?

– Porque eu quero.

– Sim, mas precisa me explicar. Justificar.

– Não basta eu querer?

– Claro que não.

– Não sou dono do meu corpo?

– Em termos.

– Como em termos?

– Bem, o senhor é e não é. Há certas coisas que o senhor está impedido de fazer. Ou melhor; eu é que estou impedido de fazer no senhor.

– Quem impede?

– A ética, a lei.

– A sua ética manda também no meu corpo? Se pago, se quero, é porque quero fazer do meu corpo aquilo que desejo. E se acabou.

– Olha, a gente vai ficar o dia inteiro nesta discussão boba. E não tenho tempo a perder. Por que o senhor quer cortar um pedaço do cérebro?

– Quero eliminar a minha memória.

– Para quê?

– Gozado, as pessoas só sabem perguntar: o quê? por quê? para quê? Falei com dezenas de pessoas e todos me perguntaram: por quê? Não podem aceitar pura e simplesmente alguém que deseja eliminar a memória.

– Já que o senhor veio a mim para fazer esta operação, tenho ao menos o direito dessa informação.

– Não quero mais lembrar de nada. Só isso. As coisas passaram, passaram. Fim!

– Não é tão simples assim. Na vida diária, o senhor precisa da memória. Para lembrar pequenas coisas. Ou grandes. Compromissos, encontros, coisas a pagar.

– É tudo isso que vou eliminar. Marco numa agenda, olho ali e pronto.

– Não dá para fazer isso, de qualquer modo. A medicina não está tão adiantada assim.

– Em lugar nenhum posso eliminar a minha memória?

– Que eu saiba não.

– Seria muito melhor para os homens. O dia a dia. O dia de hoje para a frente. Entende o que eu quero dizer? Nenhuma lembrança ruim ou boa, nenhuma neurose. O passado fechado, encerrado. Definitivamente bloqueado. Não seria engraçado? Não se lembrar sequer do que se tomou no café da manhã? E para que quero me lembrar do que tomei no café da manhã?

– Se todo mundo fizesse isso, acabaria a história.

– E quem quer saber de história?

– Imaginou o mundo?

– Feliz, tranquilo. Só de futuro. O dia em vez de se transformar em passado de hoje, mudando-se em futuro. Cada instante projetado para a frente.

– Não seria bem assim. Teríamos apenas uma soma de instantes perdidos. Nada mais. Cada segundo eliminado. A sua existência comprovada através de quê?

– Quem quer comprovar a existência?

– A gente precisa.

– Para quê?

O médico pensou. Não conseguiu responder. O homem tinha-o deixado totalmente confuso. Pediu ao homem que voltasse outro dia. Despediram-se. O médico subiu para os brancos corredores do hospital, passou pela sala de operações. Chamou um amigo.

– Estou pensando em tirar um pedaço do meu cérbro. Eliminar a memória. O que você acha?

– Muito boa idéia. Por que não pensamos nisto antes? Opero você e depois você me opera. Também quero.

Telma

Anúncios

15 Respostas so far »

  1. 1

    Mayse Cássia Luz Cunha said,

    Locamenta interassantissimo!!!

  2. 2

    Sandra Regina Abud de Almeida said,

    Parabéns pelo blog!

    Sou professora de língua portuguesa e queria encontrar este conto do Ignácio de Loyola e aí surgiu esta oportunidade bem legal.
    A idéia de “literatura em conta gotas” vem a calhar num país em que poucos fazem da leitura um hábito.
    Obrigada e abraços.
    Sandra

    • 3

      Telma e Karina said,

      Sandra, obrigada pela visita! Fico muito feliz em saber que nosso blog foi acessado por uma professora que aprovou o conteúdo. Nós alimentamos este espaço com muito carinho e ficamos muito satisfeitas quando vemos que ainda existem pessoas que gostam de literatura. Volte sempre! Beijos! Karina

  3. 4

    Wellington said,

    Muito interessante o texto beijos.

  4. 5

    paloma saldanha said,

    o que eu achei do conto achei legal.
    so que no final nao entendi direito. como o outro medico vai opera o outro se ele tira a memoria? em?

  5. 7

    Daniel Zadorosny Gonzalez said,

    Eu tenho 11 anos, mas adoro ler e a professora pediu para eu ler essa crônica eo blog veio a calhar. Achei muito bonito a preparação.

    Obrigado abraços Daniel

    • 8

      Telma e Karina said,

      Obrigada pela visita, Daniel. Que bom que você gosta de ler. Nos dias de hoje isso é difícil. Continue assim e vai longe! Volte sempre! Karina e Telma

  6. 9

    1luthier said,

    Eu ia comentar alguma coisa, mas esqueci. Depois da operação isso acontece sempre. Isso o quê? Que operação? Ah, como me sinto leve… Oi!

  7. 10

    Lorenzo kiel said,

    Ótimo.
    E uma maneira de apagar o bm e o ruim do passado e pensar apenas no futuro.

  8. 11

    Yolanda said,

    Muito bom o site…é muito bom ver que hoje em dia ainda tem gente interessado em espalhar a cultura e deixar um pouquinho dela em cada pessoa.Parabéns

  9. 13

    Alcicleide de Almeida Targino Bezerra said,

    Na agitação do dia a dia acabamos por perder um pouco da memória, como se tivesse sido feita uma cirurgia. tirando um pedaço da nossa memória diária. Legal o texto. Alcicleide. Caraúbas RN.

  10. 14

    Everton said,

    E uma cronica ou conto

  11. 15

    Pedro Lima said,

    Muito bom esse conto um dos que eu mais gosto do Ignácio.


Comment RSS · TrackBack URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: