Posts tagged sabedoria

Riobaldo: um sábio

Claro que não iremos nos arvorar na impossível missão de elucidar o gênio Guimarães Rosa. Deixamos isso para os grandes estudiosos do assunto. Fato é que Riobaldo, jagunço sertanejo, o personagem central do incrível “Grande Sertão Veredas” é um dos protagonistas mais cativantes e desafiadores da história da literatura mundial.

Marcado por trechos arrasadoramente inteligentes, a obra é daquelas que não podem deixar de ser lidas. Abaixo, apenas para aguçar a curiosidade do sagaz leitor, transcrevo alguns trechos:

Imagem

“… Relembro Diadorim. Minha mulher que não me ouça. Moço: toda saudade é uma espécie de velhice.”

“… Toda mãe vive de boa, mas cada uma cumpre sua paga prenda singular, que é a dela e dela, diversa bondade. E eu nunca tinha pensado nessa ordem. Para mim, minha mãe era a minha mãe, essas coisas. Agora, eu achava. A bondade especial de minha mãe tinha sido a de amor constando com a justiça, que eu menino precisava. E a de, mesmo punir meus demaseios, querer bem às minhas alegrias. A lembrança dela me fantasiou, fraseou – só face dum momento – feito grandeza cantável, feito entre madrugar e manhecer. “

“Refiro ao senhor: um outro doutor, doutor rapaz, que explorava as pedras turmalinas no vale do Arassuaí, discorreu me dizendo que a vida da gente encarna e reencarna, por progresso próprio, mas que Deus não há. Estremeço. Como não ter Deus? Com Deus existindo, tudo dá esperança: sempre um milagre é possível, o mundo se resolve. Mas, se não tem Deus, há-de a gente perdidos no vai-vem, a vida é burra. É o aberto perigo das grandes e pequenas horas, não se podendo facilitar – é todos contra os acasos. Tendo Deus, é menos grave se descuidar um pouquinho, pois, no fim dá certo.”

“…Eu careço que o bom seja bom e o ruim ruim, que dum lado esteja o preto e do outro o branco, que o feio fique bem apartado do bonito e a alegria longe da tristeza! Quero todos os pastos demarcados. Como é que posso com este mundo? A vida é ingrata no macio de si; mas transtraz a esperança mesmo do meio do fel do desespero. Ao que, este mundo é muito misturado.”

Telma

Comments (1) »

Um sábio…

Eu queria ser um sábio.

 

Nos livros antigos está escrito o que é a sabedoria:

Manter-se afastado dos problemas do mundo

e sem medo passar o tempo que se tem para

viver na terra;

Seguir seu caminho sem violência,

pagar o mal com o bem,

não satisfazer os desejos, mas esquecê-los.

Sabedoria é isso!

Mas eu não consigo agir assim.

É verdade, eu vivo em tempos sombrios!

 

II

 

Eu vim para a cidade no tempo da desordem,

quando a fome reinava.

Eu vim para o convívio dos homens no tempo

da revolta

e me revoltei ao lado deles.

Assim se passou o tempo

que me foi dado viver sobre a terra.

Eu comi o meu pão no meio das batalhas,

deitei-me entre os assassinos para dormir,

Fiz amor sem muita atenção

e não tive paciência com a natureza.

Assim se passou o tempo

que me foi dado viver sobre a terra.

 

III

 

Vocês, que vão emergir das ondas

em que nós perecemos, pensem,

quando falarem das nossas fraquezas,

nos tempos sombrios

de que vocês tiveram a sorte de escapar.

 

Nós existíamos através da luta de classes,

mudando mais seguidamente de países que de

sapatos, desesperados!

quando só havia injustiça e não havia revolta.

 

Nós sabemos:

o ódio contra a baixeza

também endurece os rostos!

A cólera contra a injustiça

faz a voz ficar rouca!

Infelizmente, nós,

que queríamos preparar o caminho para a

amizade,

não pudemos ser, nós mesmos, bons amigos.

Mas vocês, quando chegar o tempo

em que o homem seja amigo do homem,

pensem em nós

com um pouco de compreensão.

 

 (Pedro Salinas)

Pedro Salinas Serrano nasceu em Madri em 27 de novembro de 1891. Seu interesse pela poesia surgiu desde muito jovem. Estudou  Direito, Filosofia e Letras pela Universidade Central de Madri. Faleceu em 1951, na cidade de Boston e deixou belos poemas como o acima reproduzido.

Karina

Comments (1) »

Considerações sobre o medo

Abaixo, seguem algumas frases acerca do medo, da lavra de diversos pensadores. Boa reflexão sobre esse sentimento que tanto abala e oprime o ser humano. Confira:


“O medo segue o crime, e é o seu maior castigo.” (Voltaire)

“É o medo  o mais ignorante, o mais injusto e o mais cruel dos conselheiros.” (Edmund Burke)

“O tempo é muito lento para os que esperam
Muito rápido para os que tem medo
Muito longo para os que lamentam
Muito curto para os que festejam
Mas, para os que amam o tempo é eterno.” (William Shakespeare)

“Não te inspirem medo nem a pobreza, nem o exílio, nem a prisão, nem tampouco a morte. Só do medo é que deves ter medo.” (Epicteto)

“É triste o estado de alma de quem pouco tem que desejar, e muito que temer.” (Francis Bacon)

“O medo do perigo é dez vezes mais terrível que o próprio perigo.” (Daniel Defoe)

“O medo é um mestre de grande sagacidade, e arauto de todas as revoluções.” (Ralph Waldo Emerson)

“Quem tem medo de ti na tua presença, odeia-te na tua ausência.” (Thomas Fuller)

“Escravo do medo: eis a pior forma de escravidão.” (G. B. Shaw)

“Os fantasmas assustam mais de longe que de perto.” (Maquiavel)

“O medo está sempre inclinado a ver tudo pior que a realidade.” (Tito Lívio)

“O que temes sucede mais depressa do que esperas.” (Publílio Siro)

“O medo é um preconceito dos nervos. E um preconceito, desfaz-se; basta a simples reflexão.” (Machado de Assis)

“Nos perigos grandes o temor
é maior muitas vezes que o perigo.” (Luís Vaz de Camões)

“Olhai que o torpe medo é crocodilo
que costuma, a quem foge, persegui-lo.” (Bento Teixeira)

“Coragem é a resistência ao medo, domínio do medo, e não ausência de medo.” (Mark Twain)

“O maior erro que você pode cometer é o de ficar o tempo todo com medo de cometer algum.” (William Shakespeare)

“A noite acendeu as estrelas porque tinha medo da própria escuridão.” (Mário Quintana)
Telma

Leave a comment »

Frase da Semana

“A vida não dá e nem empresta, não se comove e nem se apieda. Tudo quanto ela faz é retribuir e transferir aquilo que nós lhe oferecemos.”

Albert Einstein

Telma

Leave a comment »

Frase da Semana

” A vida do homem é como uma vela acesa ao vento.”

(Sabedoria Proverbial)

Telma

Leave a comment »

Início de Ano: renovação da esperança

Toda vez que um novo ano se inicia, ela aparece e enche os corações. Sim, estamos falando da esperança. Esperança de dias melhores, de realização daquilo que não foi possível no ano que findou, de paz e de amor. E realmente a esperança é um sentimento fundamental para levarmos a vida adiante, sempre à espera de bons acontecimentos.

Abaixo, trazemos uma coletânea com algumas frases sábias acerca da esperança. Aproveitem!


“Já dei tudo. Nada me resta de tudo quanto tive, exceto tu, esperança!”

Friedrich Nietzsche


“Vão-se as esperanças, uma após outra, mas o coração continua a esperar; quebram-se as ondas, uma após outra, mas o mar não se acaba.”

F.Rueckert


“O coração do homem necessita de molas. No infortúnio poderosa mola é a esperança. E se todos os homens de bem a perdessem, que seria de nós?”

Jaime Balmes


“A esperança é para o homem o que é o cão para o cego, o que é a água para a planta; é o guia, a âncora de salvação nas suas perambulações por este mundo.”

Vicente Manterola


“Deus disse ao corpo: vive; e à alma: espera.”

José Selgas


“Ainda esperamos, quando já desesperamos.”

Remy de Gourmont


“A esperança é o único bem comum a todos os homens; até os que já nada possuem a possuem ainda.”

Tales de Mileto


“Os homens cometem sempre o erro de não saber pôr limites às suas esperanças.”

Maquiavel


“Enquanto há vida, há esperança.”

Cícero


“Divina mentira, dano ao homem o dom de suportar o mundo.”

Olavo Bilac


“Em tudo que alvorece há um sorriso de esperança.”

Coelho Neto


Telma

Comments (1) »

Frase da Semana

“Associar-se com gente boa é como viver num cômodo cheio de orquídeas; associar-se com gente ruim é como viver num depósito de peixe salgado. Após algum tempo nem se nota mais o cheiro”. Confúcio

Telma

Leave a comment »

Frase da semana (23/08 a 29/08)

A partir de hoje, toda  sexta-feira será dia de uma frase especial aqui no blog. Procuraremos homenagear os mais diversos autores, assuntos e estilos. Esperamos que o nobre leitor aproveite. Aceitamos sugestões de frases interessantes também. As melhores serão oportunamente publicadas.

Telma

3329343775_18b5b552db

“O destino é apenas o acaso com mania de grandeza.” (Mário Quintana)

Comments (2) »

Mais uma homenagem à amizade

Abaixo reproduzimos frases de sábios  refletindo a respeito da amizade. Elegemos as mais bonitas ou interessantes. Aproveitem!

390514284_7b2e125467

“Cada amigo novo é um pedaço de nós próprios reconquistado.” (Friedrich Hebbel)

“Só no infortúnio é que se afirma a força humana, e só na tormenta é que se prova a fidelidade do amigo.” (Theodor Koerner)

“É difícil fazer um amigo num ano; mas é fácil perdê-lo numa hora.” (Provérbio Chinês)

“Quem não possui um bom amigo, para confiar-lhe venturas e males, é estrangeiro em toda parte.” (Padre Juan Arolas)

“É parentesco sem sangue a verdadeira amizade.” (Pedro Calderon de La Barca)

“Não esperemos para ser bons e cordiais. Apressemo-nos desde já a alegrar o coração dos nossos companheiros durante a curta travessia que é a vida.” (H.F. Amiel)

“Não consideres amigo quem te elogia na tua presença.” (São Bernardo)

“Se queres formar juízo sobre um homem, observa quem são os seus amigos.” (Fenelon)

“Amigo é aquele que adivinha quando dele precisamos.” (Jules Renard)

“O falso amigo e a sombra só nos acompanham enquanto o sol brilha.” (Benjamin Franklin)

“O amor exige; a amizade dá.” (Carmen Sylva)

Telma

Comments (6) »

Acerca da Felicidade

741673_lonely_at_the_beach

Como já proposto em post anterior, vez por outra publicaremos pensamentos e frases sábias anônimas ou de autores do mundo todo sobre determinado assunto. Hoje trataremos do tema felicidade, do ponto de vista de inúmeros escritores. Saboreiem!

Só é feliz e grande quem, para chegar a ser alguma coisa, não precisa mandar nem obedecer.” (Johann W. Goethe)

Eis os três segredos da felicidade: não ver o mal, não ouvir o mal, não fazer o mal.” (Anônimo)

A verdadeira felicidade consiste em nos vermos formosos no espelho da nossa consciência.” (Isaac Nuñes Arenas)

A verdadeira felicidade custa pouco; quando é cara, não é de boa qualidade.” (Chateaubriand)

A felicidade não é outra coisa senão a divisão de um prazer com outrem.” (Jean Dolent)

A vida nos ensina que somente somos felizes à custa de alguma ignorância.” (Anatole France)

Raras vezes está ausente a felicidade. Nós é que lhe não notamos a presença.” (Maurice Maeterlinck)

Não há felicidade onde não há paz, e paz só há onde está Deus.” (Jean Baptiste Massillon)

A felicidade consiste principalmente em nos resignarmos à sorte, e em querermos ser o que somos.” (Erasmo de Roterdã)

A felicidade humana não é oriunda tanto de grandes golpes de boa sorte, que raramente se verificam, quanto de pequeninas vantagens que ocorrem todos os dias.” (Benjamin Franklin)

Portanto, mortal, por que buscas fora o que dentro de ti é que está?” (Boécio)

Que coisa estranha é a felicidade! Ninguém sabe por onde, nem como, nem quando chega, e ela vem por caminhos invisíveis, às vezes quando já a não esperamos.” (H. Ibsen)

 

Telma

Leave a comment »