Posts tagged mulher

A mulher de touro, por Vinicius de Moraes

Touro

Ilustração de Mustafa Soydan

Ilustração de Mustafa Soydan

O que é que brilha sem Ser ouro? –

A mulher de touro!

É a companheira perfeita

Quando levanta ou quando deita.

Mas é mulher exclusivista

Se não tem tudo faz a pista.

Depois que dona de casa…

E a noite ainda manda brasa.

Sua virtude: a paciência

Seu dia bom: a sexta-feira

Sua cor propícia: o verde

As flores do seus pendores:

Rosa, flor de macieira.

 

 

Karina

Anúncios

Leave a comment »

Astrologia e Literatura

O gênio Vinícius de Moraes conseguiu misturar de forma ímpar astrologia e poesia, criando belos poemas para a mulher de cada signo do zodíaco. Confiram o poema dedicado à mulher ariana:

 

Áries

mustafa-soydan-astro-illustrations-aries

Ilustração de Mustafa Soydan

Branca, preta ou amarela

A ariana zela.

 

Tem caráter dominador

Mas pode ser convencida

E aí, então, fica uma flor:

Cordata… e nada convencida.

 

Porque o seu dominador

É o amor.

Eu cá por mim não tenho nenhum

Preconceito racial:

Mas sou ariano!

Karina

Comments (2) »

Dia da Mulher

A todas as leitoras do blog desejamos que continuem suavizando o mundo com doçura e tolerância.

Abaixo trechos do escritor Eduardo Galeano, que no livro “Mulheres” traz seu olhar sobre a alma feminina.

 

Janela sobre uma mulher/1

 Di Cavalcanti Mulheres Facetadas

Essa mulher é uma casa secreta.

Em seus cantos, guarda vozes e esconde fantasmas.

Nas noites de inverno, jorra fumaça.

Quem entra nela, dizem, não sai nunca mais.

Eu atravesso o fosso profundo que a rodeia. Nessa casa serei habitado. Nela me espera o vinho que me beberá. Muito suavemente bato na porta, e espero.

 /

Janela sobre uma mulher/2

picasso[1]

A outra chave não gira na porta da rua.

A outra voz, cômica, desafinada, não canta no chuveiro.

No chão do banheiro não há marcas de outros pés molhados.

Nenhum cheiro quente vem da cozinha.

Uma maçã meio comida, marcada por outros dentes, começa a apodrecer em cima da mesa.

Um cigarro meio fumado, lagarta de cinza morta, tinge a beira do cinzeiro.

Uma água suja chove dentro de mim.

 /

Janela sobre uma mulher/3

 chagall

Ninguém conseguirá matar aquele tempo, ninguém vai conseguir jamais: nem nós. Digo: enquanto você existir, onde quer que esteja, ou enquanto eu existir.

Diz o almanaque que aquele tempo, aquele pequeno tempo, já não existe; mas nesta noite meu corpo nu está transpirando você.

 

Karina

Comments (1) »

Florbela Espanca

A poetisa portuguesa soube como ninguém, e com muita sensibilidade, retratar a condição de mulher. Feliz Dia das Mulheres a todas as leitoras do blog!

A MULHER

 

Ó Mulher! Como és fraca e como és forte!

Como sabes ser doce e desgraçada!

Como sabes fingir quando em teu peito

A tua alma se estorce amargurada!

/

Quantas morrem saudosa duma imagem.

Adorada que amaram doidamente!

Quantas e quantas almas endoidecem

Enquanto a boca rir alegremente!

/

Quanta paixão e amor às vezes têm

Sem nunca o confessarem a ninguém

Doce alma de dor e sofrimento!

/

Paixão que faria a felicidade.

Dum rei; amor de sonho e de saudade,

Que se esvai e que foge num lamento!

Karina

Comments (1) »

Dia da Mulher

Para nós do blog, todo dia é dia da mulher. No entanto, achamos que realmente as mulheres merecem todas as homenagens do mundo e, por isso,  não deixaremos passar em branco o dia dedicado a elas.

Nossa literatura e a literatura mundial estão repletas de grandes poetisas e escritoras, que, com sua sensibilidade, encantam gerações de leitores. Em todos os outros setores (muitos deles que antes só tinham espaço para os homens) as mulheres se impõem cada vez mais e com brilhantismo.

Abaixo trazemos aos internautas frases e trechos dedicados às mulheres, extraídos do livro Dicionário da Sabedoria:

_diamond_heart_pin

“O homem digno irá longe guiado pelas boas palavras de uma mulher.” (Goethe)

“Onde pode encontrar a humanidade templo mais belo que no coração da mulher?” (A.Kotzebue)

“A mulher é um céu abreviado.” (Pedro Calderón de La Barca)

“Tu que negas completamente a virtude das mulheres, lembra-te de tua mãe.” (Severo Catalina)

“A mulher possui a cor e o perfume das rosas, a limpidez e a pureza do cristal e, sobretudo, a sua fragilidade.” (Lope de Vega)

” O pudor é a nuvem, a nuvem é o mistério, o mistério é o infinito; o infinito é a poesia, a poesia é o amor, o amor é a religião. Pudor, mistério, infinito, poesia, amor, religião, sentimento, tudo isso é a mulher.” (H.F. Amiel)

“A mulher tem isto em comum com os anjos: pertencem-lhe os seres que sofrem.” (Balzac)

“Dentre todas as criaturas a mulher é a mais perfeita: é uma criação transitória entre o homem e o anjo.” (Balzac)

“Não há coisa capaz de substituir o afeto, a delicadeza e a devoção das mulheres. Amigos , esquecem-se; companheiros , desentendem-se. Mãe, irmã e esposa, porém, são inesquecíveis.” (Chateaubriand)

“Sem a mulher o homem não passaria de um ser rude, grosseiro, solitário, e ignoraria a graça, que outra coisa não é senão o sorriso do amor.” (Chateaubriand)

“Oh, que força tem o olhar de uma mulher! Como nos perturba, invade, possui e domina! Como nos parece profundo, cheio de promessas, cheio de infinito!” (Guy de Maupassant)

“Quando amam, as mulheres põem algo de divino no amor, e esse amor é como o sol que anima a natureza.” (Plutarco)

“Oh, mulher, o mar cede as pérolas, as minas o ouro, os jardins as flores, para mais te adornarem, cobrirem e embelezarem!”

“Ó tu, deliciosa, maldita, querida, destruídora mulher!” (William Congreve)

“Por mais que protestemos e vociferemos sabe a mulher enredar-nos com um simples fio de cabelo.” (J. Dryden)

“A mulher foi feita de uma costela de Adão. Não foi tirada de seus pé para ser por ele pisada, mas do seu lado, para lhe ser igual, debaixo do braço, para ser protegida, e de perto do coração, para ser amada.” (Matthew Henry)

“Ó mulher, adorável mulher! A natureza fez-te para nos abrandar. Sem ti, houvéramos sido simples brutos.” (Thomas Otway)

“As mulheres são os livros, as artes, as academias que explicam, encerram e nutrem o universo inteiro.” (Shakespeare)

“Como as rosas, são todas as mulheres: quem colhe a rosa também colhe o espinho…” (Guilherme de Almeida)

“Deus abaixo das estrelas

fez coisas de endoidecer,

criou flores as mais belas

e a flor mais bela: a mulher.” (João de Deus)

“Deus foi inspirado e, como poeta apaixonado, fez a mulher.” (Martins Fontes)

Karina

Leave a comment »

O apaixonado Vinicius

Não é à toa que Vinicius de Moraes foi descrito por seu biógrafo – José Castello – como o poeta da paixão e que Drummond disse que ele é “o único poeta brasileiro que ousou viver sob o signo da paixão”.

Vinicius soube, como ninguém, falar de amor, de paixão e de sentimento em suas inúmeras poesias e canções. E encantou o mundo.

Foi um eterno apaixonado pelas mulheres. São diversos os poemas dedicados a elas. Casou-se nove vezes e segundo suas próprias palavras casaria quantas fossem necessárias…

Será que há quem resista ao charme do “poetinha”? Nós do blog definitavamente não!

Confiram:

São demais os perigos desta vida

São demais os perigos desta vida
Pra quem tem paixão principalmente
Quando uma lua chega de repente
E se deixa no céu, como esquecida
E se ao luar que atua desvairado
Vem se unir uma música qualquer
Aí então é preciso ter cuidado
Porque deve andar perto uma mulher

Deve andar perto uma mulher que é feita
De música, luar e sentimento
E que a vida não quer de tão perfeita
Uma mulher que é como a própria lua:
Tão linda que só espalha sofrimento
Tão cheia de pudor que vive nua.”

 (…)

A Ausente:

“Amiga, infinitamente amiga
Em algum lugar teu coração bate por mim
Em algum lugar teus olhos se fecham à idéia dos meus.
Em algum lugar tuas mãos se crispam, teus seios
Se enchem de leite, tu desfaleces e caminhas
Como que cega ao meu encontro…
Amiga, última doçura
A tranqüilidade suavizou a minha pele
E os meus cabelos. Só meu ventre
Te espera, cheio de raízes e de sombras.
Vem, amiga
Minha nudez é absoluta
Meus olhos são espelhos para o teu desejo
E meu peito é tábua de suplícios
Vem. Meus músculos estão doces para os teus dentes
E áspera é minha barba. Vem mergulhar em mim
Como no mar, vem nadar em mim como no mar
Vem te afogar em mim, amiga minha
Em mim como no mar…”

(…)

Poema dos Olhos da Amada

 “Ó, minha amada
Que os olhos teus

São cais noturnos
Cheios de adeus
São docas mansas
Trilhando luzes
Que brilham longe
Longe nos breus…

Ó, minha amada
Que olhos os teus

Quanto mistério
Nos olhos teus
Quantos saveiros
Quantos navios
Quantos naufrágios
Nos olhos teus…

Ó, minha amada
Que olhos os teus

Se Deus houvera
Fizera-os Deus
Pois não os fizera
Quem não soubera
Que há muitas eras
Nos olhos teus.

Ah, minha amada
De olhos ateus

Cria a esperança
Nos olhos meus
De verem um dia
O olhar mendigo
Da poesia
Nos olhos teus.”

Karina

Leave a comment »