Archive for outubro, 2013

Mais Vinicius

Todo mundo sabe que  Vinicius de Moraes foi expert em falar de amor. Não é à toa que o “poetinha” teve nove casamentos com belas mulheres.

Hoje trazemos um soneto lindíssimo que o escritor dedicou a argentina  Marta Rodrigues Santamaria , sua oitava mulher:

SONETO DE MARTA

  

vinicius

Teu rosto amada minha

É tão perfeito

Tem uma luz tão cálida e divina

Que é lindo vê-lo quando se ilumina

 

Como se um cílio ardesse no teu peito

É tão leve teu corpo de menina

Assim de amplos quadris e de busto

estreito

Que dir-se-ia uma jovem dançarina

 

De pele branca e fina

De olhar direito

Deveria chamar-te claridade

 

Pelo modo espontâneo

Franco e aberto

Com que encheste de cor meu

mundo escuro

 

E sem olhar, nem vida, nem idade.

Me deste em tempo certo

Os frutos verdes deste amor maduro.

 

(Vinicius de Moraes)

Karina

Anúncios

Comments (4) »

A mulher de escorpião, por Vinicius de Moraes

ESCORPIÃO

Ilustração de Mustafa Soydan

Ilustração de Mustafa Soydan

Comigo não!

É Abelha Mestra

É a Viúva Negra

Só vai de vedete

Nunca de extra.

Cria o chamado conflito

De personalidades.

É mãe Tirana

Mulher Tirana

Irmã Tirana

Filha Tirana

Neta Tirana

Tirana Tirana.

Agora, de cama diz

Que é boa paca.

Karina

Leave a comment »

Relógio

RELÓGIO

clock

Diante de coisa tão doída

conservemo-nos serenos.

 

Cada minuto de vida

nunca é mais, é sempre menos.

 

Ser é apenas uma face

do não ser, e não do ser.

 

Desde o instante em que se nasce

já se começa a morrer.

 

(Cassiano Ricardo – De Um Dia Depois do Outro)

Cassiano Ricardo nasceu no interior de São Paulo, na cidade de São José dos Campos e fez parte do movimento modernista na literatura brasileira.

Karina

Comments (2) »

A mulher de libra, por Vinicius de Moraes

LIBRA

 

Ilustração de Mustafa Soydan

Ilustração de Mustafa Soydan

A mulher de libra

Não tem muita fibra

Mas vibra.

Quer ver uma libriana contente?

Dê-lhe um presente.

Quando o marido a trai

A mulher de libra

balanças, mas não cai.

Se você a paparica

Ela fica.

Com librium ou sem librium

Salve, venusina

Que guarda o equilíbrio

Na corda mais fina.

Karina

Comments (1) »