Archive for setembro 30, 2014

Tagore

10710679_713794688687319_7372246208614813608_n

Dá-me esse amor fresco e puro
como a tua chuva,
que abençoa a terra sequiosa,
e enche as talhas do lar.
Amor que penetre até ao centro da vida,
e dali se estenda como seiva invisível,
até aos ramos da árvore da existência,
e faça nascer
as flores e os frutos.
Dá-me esse amor
que conserva tranquilo o coração,
na plenitude da paz!

(Rabindranath Tagore)

Karina

Anúncios

Leave a comment »