Chuva de Amor

O fragmento reproduzido abaixo foi escrito pelo gaúcho de Santiago (RS), Caio Fernando Abreu, que, com seu estilo original, encantou e continua encantando os seus leitores.

3280948840_b190f29e80

“Tenho um amor fresco e com gosto de chuva

e raios e urgências.

Tenho um amor que me veio pronto,

assim, água que caiu de repente, nuvem

que não passa.

Me escorrem desejos pelo

rosto, pelo corpo.

Um amor susto.

Um amor raio trovão fazendo barulho.

Me bagunça e chove em mim todos os dias.”

Karina

Anúncios

1 Response so far »


Comment RSS · TrackBack URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: