Reflexões de Victor Hugo

Presentearemos os leitores do blog com mais trechos da grande obra “Os Trabalhadores do Mar”, de Victor Hugo.

Para ler, pensar e se curvar diante da genialidade do escritor francês:

tm

Nada se compara à timidez da ignorância, a não ser a sua temeridade. Quando a ignorância começa a ousar é que tem uma bússola consigo. Essa bússola é a intuição da verdade, mais clara às vezes num espírito simples que num espírito complicado.

Ignorar convida a tentar. A ignorância  é um devaneio e o devaneio curioso é uma força. Saber, desconcerta às vezes, e desaconselha muitas.

(…) O ignorante pode achar, só o sábio inventa.” (Livro Segundo – O Trabalho – capítulo II)

O olho do homem é feito de modo que se lhe vê por ele a virtude. A nossa pupila diz que quantidade de homens há dentro de nós. Afirmamo-nos pela luz que fica debaixo da sobrancelha. As pequenas consciências piscam o olho, as grandes lançam raios. Se não há nada que brilhe debaixo da pálbebra, é que nada há que pense dentro do cérebro, é que nada há que ame no coração. Quem ama quer e aquele que quer relampeja e cintila. A resolução enche os olhos de fogo; admirável fogo que se compõe da combustão de pensamentos tímidos.

ants

Os teimosos são os sublimes. Quem é apenas bravo tem só um assomo, quem é apenas valente tem só um temperamento, quem é apenas corajoso tem só uma virtude; o obstinado na verdade tem a grandeza. Quase todo segredo dos grandes corações está numa palavra: perseverando. A perseverança está para a coragem como a roda está para a alavanca: é a renovação perpétua do ponto de apoio. Esteja na terra ou no céu o alvo da vontade, a questão é ir a esse alvo.

(…) Não deixar discutir a consciência, nem desarmar a vontade, é assim que se obtêm o sofrimento e o triunfo. Na ordem dos fatos morais o cair não exclui o pairar. Da queda sai a ascensão. Os medíocres deixam-se perder pelo obstáculo especioso; não assim os fortes. Parecer é o talvez dos fortes, conquistar é a certeza deles.

(…) A perda das forças não esgota a vontade. Crer é apenas a segunda potência; a primeira é querer; as montanhas proverbiais que a fé transporta nada valem ao lado do que a vontade produz.” (Livro Segundo – O Trabalho – capítulo IV)

Karina

Anúncios

3 Respostas so far »

  1. 1

    Darcy Barcelos said,

    Com certeza um dos melhores livros do bardo. Excelente publicação, parabéns!

  2. 2

    Olá!

    Em primeiro lugar, quero elogiar o blog de vocês, Perfeito para quem gosta de literatura, que, não somente lê, mas discute, reflete, faz e sente… Eu sou escritora iniciante ainda e devo lançar meu primeiro romance até o final deste ano (2011). Cheguei ao blog de vocês porque um amigo(um marítimo) leu previamente o meu livro, que cuja estória trata-se de um romance marítimo, e me disse: “parace Victor Hugo!”. Eu já havia ouvido falar, sobretudo pela obra intitulada: Os miseráveis, mas não conhecia toda a obra deste ícone da literatura universal. Agora estou lendo Os trabalhadores do mar, pela primeira vez, e pensando no que disse meu amigo, chego à conclusão de que, talvez, meu livro lembre um pouco o livro escrito por ele, mas é claro que eu não me compararia a ele, foi um gênio literário, eu apenas inicio, mas acredito que as idéias literárias, como toda idéia criativa anda perambulando pelo ar, captamos aquelas que nos são afins, ou que nos inspiram a um dia escrever grandes obras! Se assim, Deus quiser! Se quiserem, posso enviar um exemplar do meu livro para vocês, assim que tiver impresso. Tem meu facebook – http://www.facebook.com/karine.a.ribeiro, e blog (criei ontem) http://aforcadapalavraescrita.blogspot.com, para nos comunicarmos. Abraçoss! Karine Alves Ribeiro

    • 3

      Telma e Karina said,

      Olá, Karine! Ficamos muito felizes com a sua visita e seu comentário!Como é bom saber que ainda há pessoas que gostam de ler e de pesquisar e refletir. Nós somos fãs incondicionais de Victor Hugo, inclusive temos aqui no blog trechos de “Os trabalhadores do mar”. Se a sua obra tem ideias semelhantes as que tinha Victor Hugo, certamente você deve ser uma pessoa sensível e equilibrada. Para nós será uma honra se você nos enviar seu livro; ficamos bastante curiosas sobre ele e ,então, assim que tiver a impressão, por favor nos informe que te passamos nosso endereço. Vamos visitar seu blog e fique à vontade para voltar aqui. Um abraço! Karina e Telma


Comment RSS · TrackBack URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: