Linda poesia de Adélia Fonseca

 

Adélia Fonseca nasceu em 1827. Foi escritora, intelectual e sonhadora. Faleceu em 1920. Produziu vasta obra em poesia e a sensibilidade feminina corria em suas veias. Seu traço romântico pode ser apreciado na belíssima poesia abaixo:

Ao meu coração:

“Por que estás tão apressado,
coração, a palpitar?
Queres, deixando meu peito,
por esses ares voar?
Queres do meu pensamento
a carreira acompanhar?

Queres, mísero insensato,
este desejo cumprir?
Intentas da fantasia
Os amplos vôos seguir?
Buscar, vencendo a distância,
tua saudade extinguir?

Esta saudade tão funda,
tão viva, tão pertinaz,
que te faz tão desgraçado,
que tão ditoso te faz?
Que tanto te amargura às vezes
que às vezes tanto te apraz?

Pretendes tu, pobre louco,
tuas dores aumentar?
Desejas ao lado – d ‘ Ele –
de martírios te fartar?
Queres nos olhos que adoras,
mais desenganos buscar?
(…)

Deixa ir só meu pensamento
de seus vôos na amplidão;
quem sabe ao lado d ‘ outra
o acharás, coração?
Morre embora de saudade;
porém, de ciúme… não!”

Telma

Anúncios

3 Respostas so far »

  1. 1

    telminha21 said,

    Adoroooo! BJ Ká

  2. 2

    Koala Loko said,

    Nossa parabéns pelo blog ! muito bom o conteúdo !!
    Voltarei sempre !

    Abraços,
    http://www.koalaloko.tk

  3. 3

    telminha21 said,

    Obrigada, Koala! Seu blog é muito legal também! Volte sempre! Abraço


Comment RSS · TrackBack URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: